segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Sugando teu clitóris com a gulosa boca

...



,,,
Despia-te no silêncio dos teus gemidos
Toldavam-se meus entesoados sentidos
Na procura voraz da tua fonte já louca
Teu sexo se abriu ao fecundo amante
Onde poisei minha vontade delirante
Sugando teu clitóris com a gulosa boca
...

5 comentários:

  1. Até arrepia de prazer só de pensar quanto mais de fazer. O poema está mesmo a condizer com as imagens que são maravilhosas de uma sedução sublime
    Louca maravilha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita e por ter gostado das imagens e do poema

      Volte sempre

      Eliminar
  2. Hummmmmmmm........delicia gostosaaaaaaaa que tesão...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São imagens muitos sedutoras e atraentes

      Eliminar
  3. Estava lá com as duas mãos...

    ResponderEliminar