sábado, 21 de novembro de 2015

Momentos Únicos: O teu, o meu... o Nosso ... Sexo entre dádivas de prazer.

Quiseste enlouquecer-me. Tomaste o meu sexo como propriedade tua. Quiseste desfrutar da tua própria vontade. Lentamente, colocaste meu pénis entre os teus lábios, fazias do momento, quase exclusividade. Como se eu não existisse. não estivesse ali. Apenas tu e o teu prazer. Vagueavas por entre a luxuria e o erotismo da tua mente. Sei que sentias como te acariciava o cabelo, querendo tomar parte do teu carinho. O teu corpo enlouquecia-me.  
Querias ser tu a comandar a nossa luxuria. Quiseste que eu ficasse quieto, desfrutando, não me podia mexer. Ondulavas o teu corpo em círculos de delírio, fazendo com que o meu pénis entrasse na tua vagina, em cadência por ti controlada. Coloquei a minha mão sobre o teu pescoço como te dizendo: Estou aqui. Vi como tinhas os olhos fechados, concentrada, gozando, tendo prazer, caminhando pelos espaços mais nobres da tua excitação. Viajavas pelos arcos do arco-íris do teu prazer.
Fizeste-me, com a tua doçura, perder o controlo. Deixei de ser eu. Deixei que o "animal sexual" que existe em mim, se soltasse, te agarrasse, te puxasse pelo cabelo. Fizeste que, cheio de tesão, te possuísse de forma "louca", intensa e apaixonada. A tua excitação queria assim. Eu desejava assim. Sei que gostaste tanto quanto eu. Era o nosso momento. Aquele momento apenas de nós dois. O mundo parou perante o nosso delírio, a nossa paixão, a nossa total e corporal entrega.

AMO-TE MEU AMOR.
......

9 comentários:

  1. Acompanho os vossos escritos à muito tempo mas só hoje comento por achar que o devo fazer, porque o texto é maravilhoso escrito intensamente onde a sedução é o exemplo da forma como se deve escrever sobre sexo e não com frases ordinárias de baixo nível como infelizmente se lê nos blogues que escrevem sobre sexo. Fiquei fascinada pelo texto, querendo expressar os meus parabéns ao autor por esta maravilha que devia figurar como merecedor dos mais alto prémio que se dão no brasil, a estatueta literária, a quem escreve bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Filipa Duarte

      Embora na minha modesta opinião não mereça tantos elogios, a verdade é que gostei de os ler.
      Achei graça a essa da ... Estátua Literária. Sou um humilde escriba, apenas isso

      Volte sempre
      Cumprimentos

      Eliminar
  2. Este foi, além de sensual, romântico.
    E quem disse que não cabe o romantismo? Com toda certeza, sim! Mesmo quando há uma pegada mais forte.
    Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre agradável "ver" aqui a {Λїtą}_ŞT

      Sempre muito carinhosa, sedutora, a deixar uma palavra amiga
      Abraço

      Eliminar
  3. Caliente e Sensual. Sem dúvida que, momentos assim, são momentos únicos, para sempre recordar
    Jinhos Doces

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Vanessa Flor

      Concordo contigo. São momentos inesquecíveis, que ficam para sempre na memória
      Bjo

      Eliminar
  4. Um maravilhoso texto e imagens condizentes..
    A Filipa Duarte tem toda a razão. À que dar o mérito a quem o tem.

    Parabéns Max Men.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mary Angel

      Obrigado pelo teu carinho. Gosto de ti e... pronto
      Bjo

      Eliminar
  5. Ótimo texto.... irrepreensível....!!!
    Um blogueiro que a cada dia mais se apresenta como ótimo!!!

    ResponderEliminar