domingo, 31 de janeiro de 2016

Sedução...Carência...Vontade de ti... (delírios)

Ajoelhei-me perante tal monumento
Que seduziu meus olhos e me excitou
Deixou estático o meu pensamento
Que enlouqueceu e se deslumbrou

Com tua mão em meus suaves cabelos
Sinto carícias que me fazem estremecer
Neste momento onde vagueiam anelos
Sinto-me atraída  e feliz por te merecer

4 comentários:

  1. Realmente o rapaz tem um belo monumento....e ela o chupou com aquela doçura....
    Lindo o poema!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não vejo doçura nenhuma em ter a cabeça empurrada!

      Eliminar