sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Relato de uma vida dupla... Carinho excitação que acaba, qual vulcão em lava.

Nada mais bonito e interessante que, o carinho entre duas mulheres que saibam o que querem, e que independentemente de gostarem de Homens, nada impede que consigam satisfazer-se entre elas.

Este; é o relato da Ivone e da Inês .  A Ivone é casada, mas não se sente totalmente realizada. Sendo a Inês a sua melhor amiga, mantêm em segredo, uma relação, onde várias vezes marcam encontro em casa da Inês, que vive sozinha, mas tem namorado também.
Elas confessam uma à outra que querem manter este relacionamento, até porque, é um estimulo e incentivo para suas vidas, no que diz respeito às suas vidas com rotina, fora destes momentos.
Quando se encontram, brincam, gozam, como se mais nada existisse para elas... conseguem mesmo chegar ao pico da mais alta montanha quando perto da erupção. 
Confessam gostar dos seus companheiros, mas, não dispensam estas escapadinhas à rotina que tanta prazer lhe dão. Juram não desistir uma da outra. Pois nos momentos em que Ivone se sente mais em baixo é nos braços de Inês que se refugia.  As duas passam momentos muito intensos. Mas regressam às suas "casas/vidas" totalmente revigoradas.

O que acha desta vida, dupla?



6 comentários:

  1. Não será propriamente uma vida dupla, sim parte integrante das suas vidas. Aceitar ou não nem se coloca e nem se deve colocar. Se as pessoas se desejam e gozam existe cumplicidade, logo porque ser egoísta :-)
    Beijo de um não santo

    ResponderEliminar
  2. Existem pessoas assim. É o contrário o normal! Gostei de ler o texto!
    Obrigada

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Excelente forma de escape. rsrs...

    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Ui... Super excitante, duas mulheres na intimidade!
    Adorei

    Bjuss

    ResponderEliminar
  5. A bissexualidade não é um mito ... existe e muitas mulheres e homens não mostram essa sua faceta por algum mau estar, e critica, a que a sociedade as/os sujeita. Felizes daquelas/es que se libertam e vivem a sua sexualidade na plenitude...Gostei muito da publicação.
    .
    Deixo um Carinho

    ResponderEliminar
  6. Oi Anjinha. Já tinha vindo aqui justamente hoje. rsrs...

    Meu blog, caso veja, não tem links de outros blogs, até porque quero deixar o máximo amador possível. A mim basta que eu grafe os blogs em Favoritos, e eu sempre virei visitar vocês quando estiver um tempinho. É assim que eu brinco de Blogosfera. E o vosso blog já está favoritado.

    Beijos.

    ResponderEliminar