terça-feira, 22 de março de 2016

Minha boca, tua tentação, em luxuriante oral (Poema erótico)

Quero-te assim, altivo e ternurento
Firme, hirto, perdido em excitação
Quero-te doce a qualquer momento
E a minha boca, ser a tua tentação
Quero-te por inteiro, minha fonte de prazer
Quero enlouquecer-te com a minha doçura
Somos loucos, gostamos de nos satisfazer
Na minha boca te envaideces por loucura

.............

11 comentários:

  1. Pronto! Agora como é que vou serenar...meus desejos por igual!
    Ai Dalila, Dalila que nos matas...de gozo e prazer

    ResponderEliminar
  2. Onde anda essa boca tão sensual e gulosa?

    ResponderEliminar
  3. Momentos húmedos y lujuriosos.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  4. Momentos húmedos y lujuriosos.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  5. Quem não quereria ser o alvo inspirador de tão intenso poema?:)

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Eu chupo desse jeitinho! Meu nariz adora participar!!

    ResponderEliminar
  7. Prazer sublime...
    Adoro quando me chupam desse jeito...

    ResponderEliminar
  8. Fazes de mim um tanso, um pateta poeta...
    Um coitado apaixonado, meloso, babado...
    Sempre à espera de atenção, sempre à espera em tensão...
    Cheio de amor, cheio de tesão, cheio de calor e efusão,
    Esperando pela demora de a toda a hora te envolver e ser envolvido,
    É por estas e por outras, que disse outro autor: "O amor é fodido"!!!!

    ResponderEliminar