domingo, 12 de junho de 2016

Delírios de um sofá (poema erótico)

Suavemente me arrancaste
A roupa que me afogueava
Com carinho me mostraste
O teu mastro que fumegava

E no meu sofá tão sossegado
Que nos recebeu com carinho
Onde tu desejoso, já excitado
Refugiavas-te em meu ninho

Sou louca por ti, sou demente
Quando me entrego com jeito
Sou como a amante que sente
O teu coração em  meu peito.
.

6 comentários:

  1. Bom dia amiga

    Adoro poesia erótica. Amei o poema e a imagem
    .
    Deixo um carinho
    Domingo feliz.

    ResponderEliminar
  2. Humm que mastro, minha nossa! Muito bom. :-)

    Beijinhos Filipa.

    ResponderEliminar
  3. Delícia de poema.
    Que o Dia dos Namorados, tendo um ou não, lhe seja muito feliz.

    Beijos

    http://odiariodaescrava.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. http://blogcreampie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Fico tão ansiosa nesse momento...

    ResponderEliminar