quinta-feira, 14 de julho de 2016

Quando o Prazer faz esquecer a "força " da religião e... se perde a virgindade.

Existem homens que gostam de dar prazer à sua namorada. O Lopes, rapaz de 24 anos, é um desses. Adora tirar a calcinha à Lurdes, sua recente namorada.



Lurdes é uma garota de 18 anos de idade. É virgem. Quer chegar assim ao casamento, por motivos religiosos. Lopes sabe disso e por essa razão decide agraciá-la com um momento de pura luxuria.



Assim, depois de despir a calcinha à namorada, Lopes abre as suas pernas, lindas e aveludadas e, docemente, beija o seu sexo, de forma a deixar a namorada louca de prazer.



Lurdes em principio mostra-se renitente perante o gesto do namorado pois nunca lhe haviam feito sexo oral. Mas perante a insistência do Lopes, todo o seu corpo começa a "arder" de desejo sexual, deixando que a tesão a domine, razão pelo qual, acaricia a cabeça do namorado a fim de o incentivar a continuar uma acção que a está a deixar "fora de si", sexualmente falando



Lurdes atinge o orgasmo. Forte, devasso, cheio de emotividade, abrasador.



E assim, num impulso mais forte, esqueceu a "força" da religião e... a virgindade já era.
Não se arrependeu pois considerou o momento mais lindo da sua vida.
Gostaram da história?

14 comentários:

  1. Quando os momentos aquecem entre um homem e uma mulher pode acontecer que se esqueça até o que vai pelo mundo quanto mais a opção religiosa., ikikikik
    Adorei o tema e as imagens de uma sedução maravilhosa.

    Beijinho Max

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que alegria ver-te aqui no nosso humilde blogue. Claro que te dou razão, pois existem moimentos que, quem ajoelha tem de rezar, eheheh

      Beijinho querida amiga

      Eliminar
  2. É nesses momentos de loucura que muitas vezes se fazem as maiores loucuras (boas, é evidente) ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. loveyouzizi

      Sem dúvida. Quem de nós não cometeu já algumas loucuras dentro da vertente sexual? Se calhar todos já as cometemos.

      Abraço

      Eliminar
  3. Concordo com Vanessa. Nesses momentos o mundo inteiro parece desaparecer à nossa volta e é difícil às vezes manter convicções.
    Desejo a vc um lindo e iluminado dia.

    Deixo beijos.

    https://odiariodaescrava.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida amiga Vita

      É sempre com enorme gosto que vejo aqui tão ilustre amiga. Concordo na íntegra com as suas sábias palavras

      Bjo


      Eliminar
  4. Max Men...
    Uma história contada de forma doce e carinhosa.... As imagens casam com o texto... uma ótima sequência de imagens... e o texto é lindo!!!
    Recheado de ternura... amor e encantamento!!!
    Parabéns!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. PEQUENOS D. RENOVADOS

      Faz-se o que se sabe e pode. Mas se gostou fiquei feliz

      abraço

      Eliminar
  5. Inacreditável as coincidências, Perdi a minha virgindade aos 17 anos depois de vir da missa com um amigo e os meus pais terem ficado lá a conversar com o padre.

    Depois de um Pai nosso que estais no Céu, o meu amigo agarrou-se a mim e eu a ele e manchei o vestido de sangue. Tive que picar dois dedos para convencer a minha mãe de onde vinha aquele sangue, que cena, gostei do tema Max Men

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marina Sedutora

      E não foi um momento lindo e abençoado?

      Bjo

      Eliminar
  6. Vale mais um belo momento de amor que a virgindade.
    Lindo post

    Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Larissa

      Será mesmo? Existem muitas meninas que só querem perder a virgindade na noite do casamento. Principalmente a ... anal, lol

      Beijinho

      Eliminar
  7. A virgindade hoje em dia é raro, mas apanhando assim um "Lopes" aposto que deixa mesmo de existir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Miúda

      Pois sorte de Lopes, lool.

      Eu, Max Men, não tenho sorte nenhuma

      Beijinho

      Eliminar