terça-feira, 16 de agosto de 2016

Sinto tuas mãos em meu corpo carente.

Sinto tuas mãos em meu corpo
Na suavidade da excitação
Esperas retribuição como um louco,
E na temperatura do teu mastro
Que logo se aponta em acção
Entra em meu corpo carente
Deixando-me em erupção...


As tuas calças desapertas
Meus seios vais massajando
Em meus cabelos passas a mão
E a excitação me despertas,
Os dois já desesperados
Numa entrega de momento
Entrelaçados os pensamentos
Deixamos falar o coração
E excitados...
Nos entregamos à paixão.
*

7 comentários:

  1. A segunda parte está linda, gostei muito. Um beijinho!

    ResponderEliminar
  2. Inadiável desespero...os de todos nós, nestes nós do desejo
    Obrigado Anjo(s)

    ResponderEliminar
  3. Maria dos Anjos no seu melhor, sempre uma poetisa de elevada sensibilidade e erotismo poético
    Jinhos

    ResponderEliminar