sábado, 29 de abril de 2017

Na volúpia dos meus sentidos. Devora-me sem limites.

Desperta-me os sentidos, ao acordar. Desperta-me o desejo...

Devora-me. Leva-me ao limite dos limites. Quero sentir-te voraz. Quero gemer, no silencio do nosso quarto, onde ninguém nos ouve. Onde só tu me sabes levar ao orgasmo...Devora-me, não tenhas pressa. Te darei a recompensa.
.
Deliciem-se e deixem -me a recompensa.

8 comentários:

  1. Pronto. Não insistas mais. Vou devorar-te

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Não sei se é fome ou sede de ver
    Sei sim que é vontade de te sentir
    Estar contigo, dar-te prazer
    E de forma meiga, te possuir.
    ..................
    Sábado feliz, Dalila.

    ResponderEliminar
  3. A recompensa é sempre um pote de mel....

    ResponderEliminar
  4. Anda cá ao tio...que estou a precisar de ejacular!

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  5. Ah, como é gostoso e tesudo acordar dessa forma, sendo chupada, devorada com toda volúpia, uiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!! abraços!

    ResponderEliminar
  6. Uma chupada arrebatadora faz mui bem!

    ResponderEliminar